• Palmas - TO, 14.07.2024

“O deputado não está pronto para ser criticado e nem para gerir a cidade. Para ele não interessa o debate sério pela absoluta falta de preparo para discutir os temas de Gurupi”, ressalta o tucano

  • Política
  • 28/06/24 19:23
  • Divulgação

Cristiano Pisoni lamenta atitude de Fortes de buscar censura de jornalistas e pesquisas eleitorais


Pré-candidato a prefeito de Gurupi pelo PSDB, Cristiano Pisoni lamentou, nesta sexta-feira, 28 de junho, a decisão do Juizado Especial Cível e Criminal da Comarca da cidade de atender pedido do também pré-candidato e deputado estadual Eduardo Fortes (PSD) impondo uma espécie de censura ao comunicador e jornalista José Manuel Coelho Vilhena, o Zé Manuel. 
  
Jornalista de atuação relevante em Gurupi por mais de duas décadas, com grande destaque na rádio Nova FM, Zé Manuel fez uma crítica dura ao deputado por declarações em relação a idosos da cidade, questionado a capacidade do parlamentar de cuidar das pessoas com idade mais avançada em uma eventual gestão. “Claro que decisões judiciais se cumprem, mas espero que Zé Manuel tenha sucesso no seu recurso. Cabia ao Eduardo Fortes provar que o jornalista estava errado e não partir para um pedido de censura”, avaliou o tucano. 
  
Para Cristiano, o episódio é mais uma demonstração do adversário de falta de traquejo e preparo. “O deputado não está pronto para ser criticado e nem para gerir a cidade. Para ele não interessa o debate sério pela falta absoluta falta de preparo para discutir os temas de Gurupi. Precisamos mudar a cidade com uma administração transformadora e inovadora e esse papel que o nosso grupo está propondo”, pontuou Cristiano, que tem vivenciado um momento de amplo crescimento de sua pré-campanha. 
  
Cortina de fumaça para evitar explicações 
Segundo Cristiano Pisoni, Eduardo Fortes pode estar usando as atitudes de censura contra jornalistas e pesquisas eleitorais para criar uma imensa “cortina de fumaça” e assim deixar de explicar fatos que rondam a pré-candidatura do deputado. “Ele tem que explicar como o pré-candidato a vice é nomeado no gabinete da senadora Dorinha Seabra e o porquê de a irmã da prefeita Josi Nunes estar lotada no seu gabinete de trabalho da 4ª Secretaria na Assembleia Legislativa. Eleição se ganha debatendo, explicando as contradições e não partindo para atos de censura. Infelizmente, preciso repetir: ele não está preparado e não é a oposição que Gurupi precisa para mudar”, reforçou Cristiano.