• Palmas - TO, 19.10.2021

  • Cidades
  • 19/09/21 08:26
  • Divulgação

Declarações públicas de apoio dos profissionais da advocacia tocantinense aumentam e confirmam confiança em Rita Rocha

Para que o trabalho frente a uma instituição tão representativa e respeitada como a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) realmente alcance a maior diversidade de profissionais possível, no segmento, é preciso união de esforços e disposição de pessoas que caminhem juntas pelo mesmo ideal. E nessa caminhada, é exatamente o que a pré-candidata à OAB-TO, Rita Rocha, tem visto: apoio espontâneo. Por isso, junta-se, agora, ao time que acredita num novo modelo de gestão  para a entidade, os advogados André Zaratin (tesoureiro CAATO e membro Comissão de Direito Imobiliário e de Alvará Judicial Eletrônico – entre 2016 e 2018); Darlan Gomes (ex-presidente da subseção de Colinas – 2016/2018); Sibele Biazotto (presidente do Conselho Penitenciário do Tocantins e Presidente da ABRACRIM), Alessandra Bueno (ex-presidente da ATAT).

A paridade é um dos principais motivos justificados pelos novos apoiadores de Rita Rocha, uma vez que mais de 50% das inscritas no Estado são mulheres e a Ordem no Tocantins e a OAB nunca foi gerida por uma. “Não se trata de gênero, mas da necessária e importante contribuição que a OAB terá diante da qualidade existente nas Mulheres Advogadas do Tocantins, as quais, diariamente, demonstram altivez, experiência e conhecimento”, disse Darlan Aguiar, corroborado pelo colega André Zaratin: “Mulheres são competentes, dedicadas, fortes, guerreiras, batalhadoras e mães, tudo ao mesmo tempo, e chegou a hora de uma mulher com este perfil presidir”. 

Outro motivo citado pelos novos apoiadores da pré-candidatura de Rita Rocha à presidência da OAB-TO é a credibilidade e, consequentemente, transparência que deve ser refletida numa futura gestão. “Integridade moral para estar à frente de uma instituição  encarregada de fiscalizar e orientar o exercício da advocacia e responsabilizar práticas que infrinjam seu Código e Ética, assim como defender a Constituição, os direitos humanos, o estado de direito e a justiça social”, confirma Sibele Biazotto ao declarar apoio público a Rita Rocha.

Já o cerne do discurso da pré-candidata sobre uma entidade respeitavelmente plural é o que motivou a advogada Alessandra Bueno a ser uma entusiasta desse desafio na trajetória de Rita Rocha. “Quando recebi a notícia da sua pré-candidatura, não tive qualquer dúvida em incentivá-la a aceitar, pela convicção de que ela irá presidir de forma includente e participativa, sem perder de vista o papel importante que a OAB deve exercer em nossa sociedade. Vejo nela muitas qualidades, o que se potencializa pelo seu caráter”, afirma Alessandra.

O reforço da confiança depositada em Rita Rocha neste momento de caminhada junto à classe por todo o Estado é prova de que a OAB-TO deseja um novo fôlego. “Receber cada declaração de várias partes do Estado como da dra. Daiane Jácomo, em Tocantinópolis; Dr. Alex Brito, de Pedro Afonso; as dras. Flaviana e Leila, de Colinas; aos nobres colegas de Palmas como o dr. Pedro Biazotto, Meire Castro, Lidiane Barros, Maurilho Pinheiro, Claudia Bonfim, Livia Ferraz e Tenório Cavalcante, renovam a força para, além da participação política,  continuar sendo exemplo”, afirma  Rita Rocha.