• Palmas - TO, 13.04.2021

  • Cidades
  • 02/04/21 18:03
  • Divulgação

Estudantes do Tocantins que alcançaram notas acima de 900 na redação do Enem falam sobre suas realizações

A cada ano, cresce o número de estudantes de escolas estaduais do Tocantins, que alcançam bons resultados na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Na Escola Estadual Sagrado Coração de Jesus, localizada na cidade de São Félix do Tocantins, região do Jalapão, as estudantes Camila Corado Nunes, 17 anos, e Adriana Barbosa Ribeiro, 20 anos, foram destaque no Enem 2020, atingindo a nota 960 e 920, respectivamente, na redação.

Para que as estudantes alcançassem essas notas elas tiveram que enfrentar uma pesada rotina de estudos. Camila Corado Nunes, quer cursar Medicina, criou uma agenda de estudos começando, às 8 horas, com a revisão dos conteúdos vistos no dia anterior. Depois, começava a ler os novos conteúdos, tirava duas horas para o almoço e retornava mais uma vez para a mesa de estudos. Era no período da tarde que se dedicava à redação e estudava ainda até às 17 horas. À noite, ela se dedicava à realização das tarefas escolares, até às 23 horas. “Minha rotina era essa, todos os dias, só descansava aos domingos”, comentou.

O resultado das notas do Enem para estudantes concluintes do ensino médio, foi divulgado na segunda-feira, 29, pelo Instituto Nacional de Estudos Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O tema da redação foi, “O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira”.

De acordo com o Inep, a edição 2020 registrou 2,7 milhões de participantes. Destes, apenas 28 candidatos alcançaram a nota máxima na redação do Enem, que é 1000 pontos.

A estudante Camila Corado Nunes falou sobre as estratégias que usou para fazer uma boa redação. “Fiz alusões históricas e utilizei argumentos que estavam em textos motivadores. Eu já tinha feito várias redações sobre doenças mentais na sociedade brasileira, só não imaginava que este seria o tema da redação do Enem 2020”, frisou.

Já Adriana Barbosa Ribeiro contou que vinha estudando sobre os estigmas mentais na sociedade. “Os problemas mentais estão mais em evidência na sociedade, principalmente, por causa da pandemia”. Ela precisou dividir o tempo entre o trabalho e os estudos. Ela optou por tirar três horas, no período da noite, para estudar. “Eu pretendo cursar enfermagem na UFT [Universidade Federal do Tocantins]. Acredito que as conquistas que estamos alcançando são parte de um processo que vamos aprendendo e amadurecendo a cada dia”, frisou.

As estudantes falaram sobre a alegria em ver a nota. “Foi muito gratificante ver que todo o esforço valeu a pena”, comentou Camila Corado Nunes. “Quando vi a minha nota, dei pulos de alegria e satisfação, pois, esse resultado é reflexo do nosso esforço”, destacou Adriana Barbosa Ribeiro.

A diretora da Escola Estadual Sagrado Coração de Jesus, Josélia Pereira dos Santos, destacou o trabalho dos professores, principalmente, nesse período de pandemia, para continuar motivando os estudantes. “Estamos sempre motivando nossos alunos, mostrando a importância dos estudos. Estas alunas sempre se mostraram dedicadas aos estudos, em alguns momentos deixando de lado a vida social, como aconteceu com a aluna Camila Corado desde cedo muito dedicada, deixou claro que o seu foco era estudar para o Enem”.

A diretora também destacou o desempenho da aluna Adriana Barbosa Ribeiro, que conciliava trabalho, estudos e o cuidado com os avós. “Ver o sucesso destas alunas só nos faz acreditar que estamos no caminho certo. Mesmo em meio a condições tão adversas como as atuais, tendo que nos reinventar para fazer levar o conhecimento aos nossos alunos, alcançarmos resultados tão significativos é motivo de grande satisfação”, finalizou.

Em Palmas

O estudante Dhouglas Rodrigues Miranda, aluno da Escola Estadual Vale do Sol, conquistou a nota 920 na redação. Ele explicou que desde que começou o ensino médio passou a fazer as provas do Enem como forma de treinar. E em 2020, no início da pandemia, teve que se adaptar para conciliar o trabalho e os estudos.  “No início foi difícil aprender a estudar sozinho, estávamos acostumados com os professores o tempo todo na sala de aula. Depois, fomos nos adaptando”, esclareceu.

Dhouglas Rodrigues Miranda comemorou o resultado da redação do Enem, cuja nota será decisiva para que ele realize o sonho de cursar engenharia civil. “Vi como uma premiação por todos esses anos de estudos. Redação é prática. Eu foquei mais em entender como funcionava o texto e as competências da redação. O trabalho da escola em enviar o material para a nossa casa e de estar sempre entrando em contato conosco, foi fundamental para nos mantermos motivados”, revelou.