• Palmas - TO, 23.10.2020

  • Agronegócio
  • 27/08/20 15:55
  • Divulgação

Integração entre órgãos do Governo do Tocantins visa fomentar pesquisa e fortalecer as cadeias produtivas

O Governo do Tocantins, por meio do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), está trabalhando na implantação do Parque Agrotecnológico do Estado do Tocantins, um projeto novo e arrojado que vai fomentar a pesquisa e a inovação visando o fortalecimento de cadeias produtivas prioritárias voltadas para a agricultura familiar. Para isso, o órgão tem buscado importantes parcerias com outros órgãos estaduais ligados à área da agropecuária, como a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro) e a Universidade Estadual do Tocantins (Unitins).

Nesta quinta-feira, 27, o titular do Ruraltins e da Seagro, Thiago Dourado, e equipe técnica acompanharam o reitor da Unitins, Augusto de Rezende Campos, que apresentou e disponibilizou toda a estrutura da Unitins Agro para juntos, promoverem o desenvolvimento do setor agropecuário tocantinense.

“A Universidade tem uma estrutura laboratorial fruto de um trabalho de dez anos dos pesquisadores, de captação de recurso, contudo essa pesquisa precisa chegar ao produtor rural, e nada melhor do que a junção de forças com o Ruraltins e a Seagro para que isso aconteça. É foco da universidade dispor alunos, laboratórios e pesquisadores visando criar estrutura e espaço para que o Ruraltins e a Seagro possam atuar no Estado”, explicou o reitor, acrescentando que está otimista com essa ação integrada, que é sempre reforçada pelo governador Mauro Carlesse.

O gestor Thiago Dourado explicou que este projeto faz parte de um processo de mudança que está sendo realizado no Ruraltins, que é o resgate da pesquisa de campo, muito importante para gerar pacote tecnológico e dinamizar a vida do produtor rural e o acesso do Ruraltins a esse produtor.

“Estamos criando essa estrutura de pesquisa e isso tem reorientado o Ruraltins a potencializar o seu trabalho. Dentro dessa reorientação estamos fazendo parcerias com todas as instituições de pesquisa e ensino, principalmente com a Universidade do Estado, que é a Unitins, em que a gente vai também potencializar os cursos de agrária. A intenção é que possamos fazer este trabalho unificando forças, principalmente nesse momento de pandemia, em que é preciso facilitar a retomada econômica, o acesso dessas famílias às cadeias produtivas da agricultura familiar. E tudo isso vai ser trabalhado em conjunto com a Universidade”, explicou o gestor.

A visita foi conduzida pelo diretor de Pesquisa Agropecuária da Unitins, Expedito Alves Cardoso, que reforçou a importância do fortalecimento da parceria para os resultados da pesquisa voltada na melhoria da capacidade e da qualidade produtiva do homem do campo.

Na ocasião foi apresentado o laboratório de análise do solo, que está apto a desenvolver atividades dentro dos principais programas de qualidade do Brasil; laboratório para fins de análise de sementes; laboratório para produção de mudas frutíferas in vitro; e, em fase de readequação, o laboratório de qualidade da água.

A universidade também disponibilizou o Centro de Treinamento e Capacitação de Tecnologia Agropecuária e o seu alojamento para que o Ruraltins e a Seagro utilizem a estrutura na realização de formações, capacitações e todo projeto de extensão rural.