• Palmas - TO, 11.08.2020

  • Cidades
  • 12/02/20 18:46
  • Divulgação

Professores votam indicativo de greve em Lagoa da Confusão

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado do Tocantins (Sintet), notificou extrajudicialmente nesta segunda-feira, 10 de fevereiro, o prefeito de Lagoa da Confusão, Nelson Moreira por descumprir a Lei do Piso Nacional do Magistério (Lei nº 11738/08) e a Lei do PCCR municipal.


Sem progressões, nem a correção do mínimo que é o Piso salarial, a categoria votou um indicativo de greve durante assembleia realizada na última sexta-feira (07/02). O prazo para que a prefeitura apresente uma proposta para a categoria é de quinze dias.

Desde 2019 que o prefeito, Nelson Moreira não corrige o valor mínimo da remuneração dos professores, nem cumpre com as progressões. O Sindicato tentou por diversas vezes durante o ano discutir o pagamento do reajuste salarial, bem como o cumprimento do PCCR, mas o prefeito não mostrou interesse em pagar.

“Buscamos o diálogo e a categoria se colocou à disposição para resolver a pauta, mas o gestor não apresentou uma proposta, a educação precisa ser respeitada”, disse o diretor de Assuntos Municipais do Sintet, Joelson Pereira.